sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Happy To Hear Ni Hao!


Estamos morando em Shanghai - China ha mais ou menos 2 meses que não poderiam ser mais felizes.

E o que Shanghai tem de melhor na minha opinião? Ainda nao decidi se eh o povo, a culinaria ou o clima (menos a poluição eh claro!)... mas morar aqui eh tudo de bom!



Com mais de 23 milhoes de habitantes espalhados por uma area de 6.340,5 metros quadrados, Shanghai eh uma das cidades mais populosas do mundo e pela 
qual a China ‘se abriu’ para o mundo. Aqui tudo eh muito moderno.. os prédios, pessoas, costumes... muito diferente do restante do Pais.




Mandarim eh a lingua oficial, super dificil de aprender, mas os Chineses jah se contentam com um simples Ni Hao! (Ola).

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Ayutthaya


Wat Chaiwattanaran (UNESCO)

Phra Nakhon Si Ayutthaya foi a capital tailandesa por 417 anos (1350-1767) e chegou a ser conhecida por ser uma das maiores cidades do mundo.





Esta antiga capital do Reino de Ayutthaya, fundada em 1350 pelo rei U-Thong, teve 33 reis de diferentes dinastias e atingiu o seu auge em meados do sec XVIII. A cidade possuia 3 palacios e mais de 400 templos.


Wat Yai Chaya Mongkol


Depois de uma batalha que durou cerca de 15 meses, o Reino de Ayutthaya foi conquistado e totalmente destruido pelos birmaneses em 1767.





Na atualidade eh possivel visitar Ayutthaya e andar pelas ruinas dos templos e palacios queimados e ver as estatuas sem cabecas e os Buddhas que restaram de um imperio que uma vez foi tao prospero.



Wat Maha That












terça-feira, 30 de abril de 2013

Comida tailandesa - O que eu aprendi ate agora





  • O menu de um restaurante tailandes tera pratos da culinária tradicional, aquela em que as receitas sao passadas de geração em geração e em culinária moderna, receitas mais atuais que geralmente tem uma influencia de outra cultura.

  • Os tailandeses nao costumam comer sozinhos, como já expliquei no post sobre o ‘churrasco’ eles fazem as refeições em grupos, seja com amigos ou familiares e dividem a comida. Para mim, depois de 10 anos morando na Europa foi bem ‘estranho’ sentar em uma mesa e dividir tudo com todos.

  • No cafe da manha come-se uma receita com arroz ou sopa. Ate hoje nao conheci nenhum tailandes de coma ou goste de pão, na verdade acho que eles ate acham estranho essa nossa paixão por pão.

  • Diferente de nos westerns (como referem-se a nos que viemos da parte oeste do globo terrestre) a comida aqui nao eh separada em doce ou salgada. A culinaria Tailandesa presenteia o nosso paladar com cinco sentidos na mesma receita: salgado, doce, azedo, amargo e picante.

  • Os tailandeses nao comem com chop sticks. Eles usam a colher na mao direita e o garfo na mao esquerda e nem adianta procurar, você nao vai achar a faca. Parece estranho eu sei, mas com o tempo acostuma tanto que nem sinto mas falta da faca.

  • O povo tailandes sempre termina a comida do prato. Eles acreditam que o desperdicio do arroz tras ma sorte.

  • O doce mais popular na Tailandia eh o Khao niao mamuang que nada mais eh do que um arroz doce com pedaços de manga. Como os tailandeses nao comem sobremesa, esse prato eh geralmente consumido como um lanchinho da tarde.

  • Nao importa quanto chique um restaurante tailandes seja, a comida nunca sera servida ao mesmo tempo mas sim na medida que fica pronta. Geralmente quando o frango eh servido, o arroz já acabou faz tempo...

  • Seja em um restaurante ou na casa de um amigo, a cada prato servido eles perguntam: “aroy mai?” que significa: eh gostoso ou nao? E a resposta: aroy para gostoso ou aroy mak para muito gostoso. E nem adianta se incomodar com a regularidade da pergunta, os tailandeses tem muito orgulho da sua culinaria e realmente querem saber se o farang* gostou.

  • E para terminar, algo que aprendi e levo comigo: os tailandeses normalmente nao reclamam da comida. Eles acreditam que quem cozinhou fez com o coração e quem ofereceu deu o melhor que tinha.


*farang eh a palavra que os tailandeses usam para generalizar os nascidos fora da Asia.

domingo, 14 de abril de 2013

DUBLIN



Ja que  algumas semanas atras eu postei a receita do GUINNESS Bread aqui no blog, resolvi fazer um post sobre Dublin.






Para comecar, Dublin eh a capital da Republica da Irlanda e foi construida as margens do Rio Liffey. Eh cercada por mar e montanhas e sua populacao esta estimada em 1.5 milhoes. A lingua oficial em Dublin eh o Irlandes, mas obviamente (por fazer parte do Reino Unido) as pessoas tambem falam ingles.




Nossa viagem para Dublin foi curta, apenas 3 dias congelantes, mas aproveitamos muito. Andamos, comemos, bebemos, andamos, andamos, comemos.... e assim por diante rsrsrsrs










Eh em Dublin que esta localizada a fabrica da cerveja GUINNESS. Fundada em Dezembro de 1759 por Arthur Guinness em um pequeno terreno na James’s Street. 








Hoje a GUINNESS eh a cerveja stout mais vendida no mundo. Uma media de 10 milhoes de pints sao vendidas diariamente. E foi na St James’s Gate que eu aprendi a receita do GUINNESS bread e provei maravilhas da culinaria Irlandesa. 









Dublin eh uma cidade encantadora, que me conquistou, e um dos lugares que tenho muita vontade de voltar para comecar uma road trip, comer um belo guizado irlandes (Irish stew) e beber muita GUINNESS (meu marido) e Bulmers para mim :-)  






quarta-feira, 27 de março de 2013

Culinaria Arabe




Quando estava em Cairo, percebi vários carrinhos parados na calcada vendendo uma comida árabe muito típica: falafel com hummus. E como falei tanto para vocês sobre o Egito decidi vir aqui e compartilhar as receitas....

O falafel eh um prato tradicional e historico que pode ser servido quente ou frio, com molho ou sem, em sanduíches, saladas.... 


Sanduíche de falafel, hummus e verduras 


Ate hoje ninguém sabe se Israel roubou o falafel dos árabes ou vice e versa. Mas o que sabemos eh que em função dos ingredientes em seu preparo, o falafel eh um tipo de alimento saudável, com muita fibra, proteína, aminoácido e baixo teor de gordura saturada.

Assim como o falafel, o hummus tem o grão de bico como ingrediente principal. Alimento fonte de fibras, proteinas e pode ser servido quente (como antigamente) ou frio. Em sanduíches, saladas, como um acompanhamento para paes ou verduras. 


Hummus com pepino, cenoura, pimentão e salsao cortados em tiras 

Vamos as receitas:

Falafel:

Ingredientes:

450 gramas de grão de bico (cozido)
1 cebola grande picada
3 unidades de alho, picados (ou moídos)
3 colheres de cafe de salsinha picadinha 
1 colher de cafe de coentro picado
1 colher de cafe de semente de cominho moído
2 colheres de sopa (rasa) de farinha
Sal
Pimenta do reino
Olio se vc for fritar (eu asso para ficar mais saudável)

Preparo:

Coloque o grão de bico em uma tigela, cobrindo com água fria. Deixar de molho durante a noite. (Omitir esta etapa se usar o grão de bico enlatado)

Escorra o grão de bico, e coloque na panela com água fresca e coloque para ferver por 5 minutos em fogo alto, em seguida abaixe bem o fogo e deixe cozinhas por mais ou menos  1 hora. 
Escorra e deixe esfriar por 15 minutos.

Combine o grão-de-bico, alho, cebola, coentro, cominho, sal e pimenta (a gosto) em uma tigela média. Adicione a farinha.

Esmague o grão-de-bico com um garfo. Misture todos os ingredientes juntos. Você também pode combinar os ingredientes em um processador de alimentos. Se preferir que o resultado seja uma pasta grossa.

Forme pequenas bolas com a mistura, do tamanho de uma bola de pingue-pongue.

Frite em 2 dedos de oleo ate dourar (5-7 minutos) ou asse no forno preaquecido a 180 graus ate dourar (15-20 minutos)


Salada de falafel, alface, tomate, pimentão, cebola e molho de iogurte/tahini/maionese 


Hummus:

Ingredientes:

450 gramas de grão-de-bico
3 colheres de sopa de tomate seco em óleo (ou azeitonas pretas)
2 colheres de cafe de salsinha picada
2 colheres de sopa de azeite de oliva
2 colheres de sopa de suco de limão

Preparo:

Coloque o grão de bico em uma tigela, cobrindo com água fria. Deixar de molho durante a noite. (Omitir esta etapa se usar o grão de bico enlatado). 

Escorra o grão-de-bico. 

Em um processador de alimentos, misture todos os ingredientes e bata até ficar homogeneo e cremoso. Se for muito grossa, adicione 1 colher de sopa de água até a consistência desejada.

Se nao tiver o processador de alimentos esmague com o garfo.




Agora que seu falafel e hummus estão prontos, leia as dicas a baixo e decida como saborear essas delicias.... juntas ou separadas. 

Dica 1: Sirva o hummus em um pratinho fundo e coloque pepino, cenoura, salsao cortados em tiras para serem ‘mergulhados’.

Dica 2: Sirva o falafel com salada de alface, tomate, pepino, cebola e molho de iogurte

Dica 3: Faca um delicioso sanduíche com pão Sirio, hummus, vegetais, falafel e molho de iogurte ou tahini.


Grao-de-bico ou Garbanzo



Preparando o falafel




Falafel pronto para ir ao forno


Ps.: Na receita do hummus ao invés de tomate seco voce pode adicionar azeitonas verdes ou pretas ou pimentão vermelho cozido ou marinado. 
Ps.: Hummus em arabe significa chichpeas (grão de bico).
Ps.: Nao consegui achar grão de bico aqui em Bangkok, usei Garbanzo beans no lugar por ser praticamente a mesma coisa.


Ingredientes para o hummus




Hummus



Bom apetite,
Juliana xx

domingo, 24 de março de 2013

Egito (parte 5)




As Piramides do Egito






Vocês jah passaram por aquela situação em que você nao consegue acreditar no que seus olhos vêem??? 

Hoje o post eh sobre outro sonho de infância, daqueles que roubavam minha atenção para longe do professor e para dentro daquela foto estampada no livro de Historia.



Queops


Sim, a pessoa que eu me tornei saiu da sala de aula e estava ali, sentindo a poeira na pele, o sol que queimava, vendo aquela ‘coisa’ incrível, enorme, ali na minha frente, tao perto que eu podia tocar. 




Jah passava das duas da tarde quando chegamos nas Pirâmides, o sol estava alto, sensação térmica de 52C, muita mas muita gente (criança) vendendo agua, souvenirs, imagens, aquela bagunça.....







Era tanta informação para os olhos e um sol tao forte que já nao conseguia mais prestar atenção no que o guia falava rsrsrs mas a historia eh mais ou menos assim....

A construção das piramides exigiu conhecimentos avançados de matematica e muitas pedras. A maior e mais famosa piramide eh a de Queops (unica das 7 maravilhas antigas que resiste ao tempo). O filho de Queops (Khufu em grego), Quefren e Miquerinos, o neto, completaram o trio das piramides de Gize. 


Eu com meu camelo simpático (Moses)


Para construir os monumentos, que nada mais eram do que tumbas luxuosas para os Faraós, estima-se que 30 mil egípcios trabalharam durante 20 anos. Alguns apostam em 100 mil e outros ainda atribuem a obra a ETs! rsrsrs


Entrando na Piramide (nao sei o que foi pior descer para dentro dela ou subir rsrsrs)


A Grande Esfinge de Gize



Cabeça de homem...


... corpo de leao





O passeio de camelo foi a cereja no topo do bolo!!!


Moses (Moises) & Michael Jordan



Parada para descanso


terça-feira, 19 de março de 2013

EGITO (parte 4)


Cairo (parte 2)

Rio Nilo






Com um comprimento de 7088km, o Rio Nilo eh o maior rio da Africa, segundo maior do mundo.
Sua bacia hidrográfica abrange Uganda, Tanzania, Ruanda, Quenia, Republica do Congo, Burundi, Sudao, Sudao do Sul, Etiopia e Egito.



Foi ao longo do Nilo que uma das mais antigas civilizações do mundo começou. 




De tudo que o nosso guia falou sobre o Nilo, o que nao me saiu da cabeça foi o fato de que os antigos egípcios nao poderiam ter existido sem o Rio Nilo. Era ao redor desde imenso rio que eles viviam, plantavam comida e papiro (uma planta usada para produzir papel) e criavam seus animais.







Os antigos egipcios chamavam o Nilo de Ar ou Aur (preto) por causa da cor sedimentada que se formava apos as enchentes (de junho a setembro).